Tags

, , , ,

‘Folheando’ uma edição da revista australiana Delicious me deparei com um artigo sobre uma ‘dinner party’ em que não se precisaria cozinhar. Não só visualmente os pratos estavam dispostos de forma espetacular, mas suas descrições eram fantásticas: sopa de ervilhas frescas com abacate acompanhada de uma tartine de truta defumada, carpaccio de carne com aspargos, uma salada de cerejas frescas, frango e amêndoas e estas tortinhas de beterraba que escolhi. E passei a semana inteira sonhando com os pratos, suas cores e sabores. E as tortinhas de beterraba foram as que resolvi fazer desde a 1a olhada. Desde que fiz esta receita pela primeira vez morri de paixão, e acabei por prepará-la uma segunda vez com algumas mudanças. Na verdade mudanças mínimas, e não porque não gostei da receita do jeito que era, mas por notar as enormes possibilidades que a receita traz.  Na segunda execução encorporei cebolas carameladas caseiras E também testei com um chutney de cebolas. A minha adição favorita foi a do chutney, pois complementou bem as beterrabas e ofereceu um contraste ótimo ao queijo de cabra.

A receita original trazia tortinhas como base, e a autora Valli Little recomendava comprá-las prontas, só preparando o recheio. Eu por outro lado fiz as minhas. E usei um receita de pâte à foncer do Michel Roux. Ela não é tâo delicada quanto a pâte brisée, mas é bem versátil, sendo boa tanto para coisas doces quanto salgados. É de preparo rápido e por isso bem prática. Pode ser feita no porcessador, mas gosto de fazer as minhas a mão mesmo.

Pâte à foncer

receita de Michel Roux do livro Pastry

Ingredientes:

  • 250g farinha de trigo
  • 125g manteiga em temperatura ambiente cortada em pedaços
  • 1 ovo + 1 gema (bata a gema levemente com um garfo)
  • 1 colher de chá rasa de açúcar refinado
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 40ml de água gelada*

*você talvez não precise de toda a água – vai depender da farinha usada

Preparo:

Coloque a farinha em uma tigela e faça um buraco no meio. Ponha a manteiga, o ovo, açúcar e sal no centro e usando os seus dedos vá misturando tudo até ficar com uma consistência grosseira. Acrescente metade da água  e trabalhe a massa até ficar homogênea. Faça uma bola e achate-a. Envolva com papel manteiga e leve à geladeira até a hora de usar. Depois deste perído tire a massa da geladeira e abra em uma espessura de 3mm. Forre as forminhas e leve à geladeira por 20 minutos. Ligue o forno – 180oC. Retire as forminhas da geladeira e faça  delicados furos nos fundos com as pontas de um garfo. Forre a massa com papel manteiga, e pre-encha as tortinhas com feijão seco ou arroz seco. Asse no forno por algo entre 8-10 min. Retire do forno e remova o papel manteiga com arroz/feijão, pincele com a gema batida e leve ao forno novamente por mais uns 5 minutos. Retire do forno e deixe esfriar em uma grelha.

Recheio:

Recheia pelo menos 6 tortinhas dependendo do tamanho das tortinhas

Ingredientes:

  • 150g de queijo de cabra macio (ao invés do mais firme)
  • 1 colher de chá de raspa de laranja, mas umas tirinhas de laranja para decorar*
  • 1/4 xícara medidora de creme fraiche
  • 2 colheres de sopa de cebolinha picadinha
  • 200g de beterraba cozida picada
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
  • 1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto ou vinagre de framboesa
  • cebolas carameladas ou chutney de cebola**

*não usei as laranjas quando fiz com o chutney de cebola/cebolas carameladas

**estes ingredientes fazem parte de variaçōes que fiz

Método:

Coloque o queijo de cabra, raspas de laranja, creme fraiche e 1 colher de cebolinha picada em uma vasilha, tempere com um tiquito de sal e pimenta do reino moída na hora e misture tudo. Divida o recheio entre as tortinhas. Coloque as beterrabas em uma vasilha como azeite de oliva e azeite e misture bem. Distribua os pedaços de beterraba pelas tortas. Quando usei o chutney de cebola/cebolas carameladas, coloquei meia colher de chá antes de colocar as beterrabas. Ponha o restante das cebolinhas picadas por cima das beterrabas e sirva. Nas versões que fiz sem a cebola caramelada/chutney de cebola usei as tiras de laranja para decorar. Caso você faça as tudo com antecedência, so monte na hora de servir – mantenha o recheio na geladeira.

Volte para contar da sua experiência e quais variações usar, algo novo.